Prefeitura participa de audiência pública para início das obras de construção da adutora que levará água encanada para os Povoados de Várzea da Ema e Caraíbas

0

Representantes do Prefeito Humberto Gomes participaram no dia de ontem (06) de uma audiência pública na comunidade do Sítio de Herculano, município de Macururé.

A audiência pública foi uma determinação do Juiz da Comarca de Chorrochó, Dr. Daniel Pondé que concedeu uma liminar na última quinta-feira, dia 30 de novembro autorizando o início das obras da adutora que levará água encanada para as comunidades de São Francisco e Formosa, pelo lado de Macururé e de Várzea da Ema e Caraíbas em nosso município.

A paralisação do início da obra foi feita por moradores das comunidades do entorno da Serra do Tonã e da Serra da Júlia, as duas comunidades onde os poços que abastecerão a adutora serão perfurados e atenderão cerca de 6.600 pessoas na comunidade citadas, bem como das fazendas por onde a adutora percorrerá.Os moradores exigiram algumas condições para que a obra fosse iniciada e, durante a audiência, a CERB, mostrou, através de seus representantes, para todos os participantes da audiência, dados técnicos da obra, que segundo o engenheiro da CERB responsável pela obra, Senhor Itamar, a mesma preenche todos os requisitos de segurança e confiabilidade e que a obra trará muito mais benefícios para as comunidades que serão atendidas, inclusive melhorando o sistema de abastecimento já existente e que vem se mostrando insuficiente para atender a atual demanda.

O Município de Chorrochó teve como representantes nessa audiência o Dr Paulo de Lamartine Procurador do Município, Antônio Umberto, Secretário de Obras, Joaci Campos, secretário de Educação e das funcionárias da Assistência Social Paula Caldas e Jucyara Novais. O Secretário de Educação Joaci Campos fez uso da palavra levando a garantia do Prefeito Humberto de se empenhar com o andamento da obra e de envidar todos os esforços para manter o sistema de abastecimento para que os moradores possam usufruir desse bem tão importante e tão escasso na atualidade.

Muitos moradores de Várzea da Ema e de Caraíbas se fizeram presente e mostraram sua dura realidade, fazendo um apelo aos moradores das comunidades de Macururé para que contribuíssem para que a obra fosse iniciada, pois são irmãos e como irmãos sabem que os macurureenses não se oporão em ajudar os que sofrem cotidianamente com a escassez de água, até mesmo para beber.

Findada a reunião, todos concordaram em permitir o início das obras, desde de que fossem dadas as garantias de que os membros das comunidades terão um papel importante em sua fiscalização, o que foi aceito pelas autoridades da CERB e da empresa que executará a adutora.

Prefeitura Municipal de Chorrochó

“Um novo tempo,uma nova história”

Compartilhar...